Lava Jato não poupará o judiciário, afirma ex-ministra

Em entrevista para a Folha de S. Paulo, a ministra aposentada Eliana Calmon, do Superior Tribunal de Justiça, disse que a Lava Jato não poupará o judiciário.

“A Lava Jato pegará o Poder Judiciário num segundo momento. O Judiciário está sendo preservado, como estratégia para não enfraquecer a investigação.”
“Muita coisa virá à tona”, diz a ministra que foi alvo de duras críticas ao afirmar, em 2011, que havia bandidos escondidos atrás da toga.

“Do tempo em que eu fui corregedora para cá, as coisas não melhoraram”, completa.
Para a ministra, alegar que a Lava Jato criminaliza os partidos e a atividade política é uma forma de inibir as investigações.

“Os políticos corruptos nunca temeram a Justiça e o Ministério Público. O que eles temem é a opinião pública e a mídia”, afirma.
A entrevista foi concedida por telefone, nesta quinta-feira (13).

Créditos papotv.com.br