A “podridão” do judiciário de Gilmar Mendes

Se Ele, Gilmar Mendes é capaz de utilizar o telefone e o Gabinete de Ministro no Supremo Tribunal Federal para “afagar” e se solidarizar com um “bandido confesso” do tamanho de Sinval Barbosa, ex-governador do Mato Grosso…

Se Ele, Gilmar Mendes tem a “maior cara de pau” em não se “dar por impedido” para atuar em processos em que Eike Batista seja parte, mesmo que sua mulher, a advogada Guiomar Feitosa Mendes, seja sócia do escritório do mega defensor de bandidos do “colarinho branco” Sérgio Bermudes… Não é de se estranhar que ontem, quinta, 17, no apagar das luzes da tarde “seca e fria” de Brasília, Ele, Gilmar Mendes mostrasse, de novo, todo o seu o “deboche” para com o JUDICIÁRIO ao determinar a soltura de DOIS BANDIDOS – Jacob Barata Filho e Lélis Teixeira – envolvidos em fraudes milionárias no setor de transportes da cidade e do Estado do Rio de Janeiro…

MOTIVO PARA TANTA JUSTIÇA: Sua mulher, a advogada Guiomar Feitosa Mendes é sócia do escritório do Mega defensor de bandidos do”colarinho branco” Sérgio Bermudes, trincheira defensoras dessa gente “escrota e bandida” que agiu de forma criminosa para “quebrar” o Rio de Janeiro…
Gilmar e Guiomar foram padrinhos de casamento da “BARATINHA”, filha de Jacob Barata Filho… o que prova a “amizade íntima” do “julgador e do réu”. Trata-se de impedimento moral e técnico.

Mas ainda há esperança: No Brasil existem JUÍZES do tamanho de MARCELO BRETAS que desafia o “coronezinho de Diamantino”. Com desassombro MANDOU prender, de novo, os protegidos de Gilmar Mendes.
É hora do JUDICIÁRIO brasileiro REAGIR e mostrar seu verdadeiro pape constitucional … Não pode permitir que “comprados” continuem a decidir em favor de amigos e “paniáguas” ops… apaniguados… em troca de vaga no magistério!

Informações do blog CristalVox