Acreditem: Dilma, que quebrou o País, ministrou aula inaugural em curso de conhecimento sobre gestão pública

O fato aconteceu sábado passado (22), mas ainda vale o registro pelo assombro da notícia. Em nenhum país sério do mundo um presidente, que ficou marcado pela incompetência administrativa e manchado pelos casos de corrupção em seu governo, seria convidado para dar aula ensinando justamente o que ele não soube ser: um gestor público. Mas como estamos no país bananão, tal disparate é perfeitamente possível.

Pois bem, a ex-presidente Dilma Rousseff ministrou aula na Universidade Federal da Paraiba para falar justamente de gestão pública. O curso, intitulado de “Difusão do Conhecimento em Gestão Pública”, é de responsabilidade da Fundação Perseu Abramo, ligado ao PT. Daí a explicação para o convite. Ela também já foi convidada para ser professora noutro curso, em Santa Catarina. Novamente, chamada por um instituto ligado ao petismo.

Péssimo exemplo como gestora pública, Dilma começou sua trajetória de desastres ainda como ministra de Minas e Energia, no Governo Lula. Sua atuação na Petrobras acabou levando a estatal ao que vemos hoje. Na presidência da República, conseguiu enfiar o país na maior recessão de sua história. Quando foi impichada deixou de herança para o atual governo 13 milhões de desempregados; inflação de 9,2% ao ano; taxa Selic em mais de 14%; déficit primário gigantesco e uma recessão que gerou uma volta do PIB ao ano de 2010.

Dentre as várias bobagens ditas por Dilma, em João Pessoa, destacamos o ataque que fez ao avanço da Direita no Brasil e no mundo. Disse estar preocupada com “as demonstrações de radicalização da direita e a busca por salvadores da pátria”, numa clara referência a políticos como o deputado Jair Bolsonaro (PSC) e o prefeito João Doria (PSDB). “O crescimento da extrema direita não só no Brasil, mas internacionalmente, como a eleição de Trump, o Brexit e os movimentos antidemocráticos que crescem mundo afora”, disse naquela sua linguagem típica.

O lado bom da notícia é que o tal curso é voltado apenas para integrantes de movimentos sociais, militantes de esquerda e do PT. Ainda bem.

Via: O Elefante