Advogada critica STF e vê complô de ministros contra Bolsonaro

Segundo informações do blog Jornal da Cidade Online, a advogada Claudia Wild, que tem grande destaque nas redes sociais e atualmente mora na Alemanha, fez uma séria denúncia contra o Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo ela, está sendo armado um golpe jurídico que busca, sobretudo, impugnar a candidatura de Jair Bolsonaro nas eleições deste ano. Em suma, ela afirmou que está sendo feito um complô de ministros contra Bolsonaro.

A advogada declarou que recebeu informações confiáveis de que no Supremo algo está sendo feito para impedir que Bolsonaro concorra ao Planalto. A intenção seria derrubar a sua candidatura no finalzinho do segundo tempo, quando não há mais como buscar recursos.

As chances de vitória dele são grandes e isso estaria amedrontando os ministros. De acordo com Claudia, uma tese jurídica equivocada será lançada contra o deputado. O ponto destacado por ela, é que a Corte vai se apoiar em um dispositivo constitucional que prevê crimes de responsabilidade e crimes comuns no exercício do mandato presencial.

Suposto complô de ministros contra Bolsonaro
O candidato do PSL possui duas ações penais no STF. Numa das ações ele é acusado de apologia ao crime de estupro e injúria e, na outra, ele teria afirmado que defende fuzilar a petralhada. Essas ações podem ser usadas pela Corte como primícias de que ele cometeu crime e acabar complicando a sua candidatura.

Segundo Claudia Wild, é preciso dar um alerta para as pessoas sobre as manobras que podem surgir no tribunal. Ela ressaltou que a intenção do STF é eliminar Bolsonaro da corrida eleitoral. Para ela, essa será a cartadafinal contra o candidato. Por isso, o povo precisa saber de toda a verdade.

A advogada resume que algo tem que ser feito e que todo cuidado é pouco. Qualquer vacilo, eles podem impugnar a candidatura do ex-capitão. Entretanto, se os seus eleitores se juntarem, o Supremo pode recuar.

Bolsonaro mantém a primeira colocação nas pesquisas eleitorais e há grandes possibilidades dele ir para o segundo turno. Ciro Gomes e Marina Silva brigam pela segunda posição.

Fonte: JORNAL DA CIDADE ONLINE e BRASIL NO ATO

Compartilhe em Suas Redes Sociais