Alexandre Garcia, ético, encerrado o pleito, revela segredo confidenciado por Haddad (Veja o Vídeo)

O jornalista Alexandre Garcia, sem dúvida um dos mais renomados do país na atualidade, fez uma longa análise sobre o resultado da eleição presidencial de 2018.

Da análise, se depreende uma conclusão que denota exatamente o diferencial entre os dois candidatos que disputaram o 2º turno.

Autenticidade. É esta a palavra.

O presidente eleito, gostem ou não dele, sempre foi autêntico. É a mesma figura há muitos e muitos anos, apenas mais experiente e lapidado.

Haddad é o contrário. Foi um ator. Interpretou diversos personagens durante a campanha. É na realidade um desconhecido do eleitorado.

Haddad foi Lula. Depois Haddad isolou Lula e mudou de cor. Na sequência, repentinamente virou um devotado cristão. Tentou também a versão ‘Haddadinho paz e amor’. Até assumir um papel agressivo, afrontando e ofendendo o adversário, com frequência.

Alexandre Garcia, por sua vez, durante a campanha manteve-se silente sobre um aspecto da vida de Haddad. A questão ideológica. Hoje, passado o pleito, ele revela.

Haddad, certa feita, quando ministro da educação, contou pessoalmente para Alexandre a sua crença de que o futuro da humanidade seria marxista.

O verdadeiro Haddad se escondeu do eleitorado, omitiu a sua crença e a sua ideologia.

Fica a pergunta: Quem é o covarde?

No vídeo abaixo, ouça essa passagem da análise de Alexandre Garcia. 

 

Via: Jornal da Cidade Online

Compartilhe em Suas Redes Sociais