Alta de 14% no combustível mobiliza caminhoneiros e ameaça eleições