Alto Comando do Exército reforçou ameaça de intervenção militar

Quem fez essa interpretação foi a jornalista Miriam Leitão no Jornal O Globo.
Segundo ela, o Exército fez a mais explícita ameaça ao país em 32 anos de “democracia” através do episódio do general Antonio Hamilton Mourão.

“O general Mourão falou em intervenção militar. Seu chefe, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, não só não o puniu, como o elogiou e, por fim, seguiu seu comandado, afirmando que a Constituição dá às Forças Armadas o mandato para intervir,”disse Leitão em sua coluna.
Foi mais ou menos assim: Mourão falou e Villas Bôas assinou embaixo.

Parece que este assunto só irá encerrar, quando a intervenção acontecer de fato.

Via: PAPOTV