Apoio em massa a policiais que mataram bandidos mostra que narrativa esquerdista morreu

Após anos de manipulação midiática e política voltada a marginalizar policiais e dignificar todos tipos de bandidos, a extrema-esquerda finalmente vê morrer aos poucos sua narrativa de que criminosos são “vítimas da sociedade”.

 

O caso dos policiais que mataram 10 bandidos ontem em confronto no Morumbi prova bem este ponto. A esmagadora maioria da população apoiou a polícia, entendendo que estes apenas fizeram seu trabalho. Alguns foram além e até comemoraram a morte dos bandidos. Por outro lado, esquerdistas ficaram de choradeira desde então, e eles choram cada vez mais solitários.

 

O deputado Jair Bolsonaro, a propósito, nunca foi um sujeito de grande intelecto ou grandes feitos, mas ainda assim tem massivo apoio popular. Grande parte disso se deve ao simples fato de que ele, apesar de tudo, é um dos poucos que fala sobre segurança pública. Bolsonaro é contra o desarmamento e sempre foi bem incisivo ao se referir aos criminosos como a escória da sociedade, e isso no fundo é o que a maioria dos cidadãos pensa.

A verdade é que gente honesta e que trabalha não tem pena de bandido.

veja também

 

Via jornalivre.com