Após atentado contra coronel, comandante-geral da PM convoca o Exército

O comandante-geral da PM, coronel Wolney Dias, quer as Forças Armadas no Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio.

 

Após a morte do comandante do 3º BPM (Méier), Luiz Gustavo Lima Teixeira, de 48 anos, em um atentado, na manhã desta quinta-feira, no bairro, a Polícia Militar realiza uma operação no conjunto de favelas.

“O pedido não foi formalizado, mas faz-se necessário a presença das Forças Armadas”, falou o comandante em coletiva de imprensa.

Wolney Dias acrescentou que cerca de 300 homens da Polícia Militar atuam nas buscas pelos criminosos responsáveis pela morte do comandante.

 

Via: papotv.com.br