política

Após decisão do STF sobre prisão em segunda Instância, Rosângela Moro manda recado para o Congresso

Rosângela Moro, esposa do Ministro da Justiça Sérgio Moro, utilizou as redes sociais para desabafar a respeito da decisão do STF de acabar com a prisão após segunda instancia.

Confira a Publicação no Instagram

Sobre a decisão do STF.
Meus vários Eu(s)…
Como cidadã de um Estado Democrático de Direito : devemos respeito às decisões da Corte.
Como operadora do Direito: discordo da tese vencedora, penso ser retrocesso.

Como parte de quem viveu os impactos da Lava Jato por cinco anos, no dia a dia da família achincalhada e sob escolta: sinto um sentimento de descrença.
Como brasileira: entendo perfeitamente quem irá para as Ruas porque a manifestação popular tem envergadura Constitucional.

Que seja pacífica, que seja voltada para o Congresso Nacional a quem cabe ouvir a voz dos cidadãos. Se a interpretação que prevaleceu foi a de que a atual Constituição exige o trânsito em julgado, não há outro caminho a não ser mudar a Constituição, dentro dos procedimentos que ela mesma prevê. Como palpiteira: quem se elegeu com mera narrativa sobre apoio à Lava Jato, vai ter que mostrar a face, porque o STF jogou a discussão no colo do Congresso.

Em tempo: minhas considerações!!! sem qualquer indício de recado a quem quer que seja e sem vincular minha opinião à do Ministro e vice versa.

Ver essa foto no Instagram

Sobre a decisão do STF. Meus vários Eu(s)... Como cidadã de um Estado Democrático de Direito : devemos respeito às decisões da Corte. Como operadora do Direito: discordo da tese vencedora, penso ser retrocesso. Como parte de quem viveu os impactos da Lava Jato por cinco anos, no dia a dia da família achincalhada e sob escolta: sinto um sentimento de descrença. Como brasileira: entendo perfeitamente quem irá para as Ruas porque a manifestação popular tem envergadura Constitucional. Que seja pacífica, que seja voltada para o Congresso Nacional a quem cabe ouvir a voz dos cidadãos. Se a interpretação que prevaleceu foi a de que a atual Constituição exige o trânsito em julgado, não há outro caminho a não ser mudar a Constituição, dentro dos procedimentos que ela mesma prevê. Como palpiteira: quem se elegeu com mera narrativa sobre apoio à Lava Jato, vai ter que mostrar a face, porque o STF jogou a discussão no colo do Congresso. 🇧🇷🇧🇷🇧🇷 Em tempo: minhas considerações!!! sem qualquer indício de recado a quem quer que seja e sem vincular minha opinião à do Ministro e vice versa.

Uma publicação compartilhada por Rosangela Wolff Moro (@rosangelawmoro) em