Após fala do general Mourão, PT acredita que Justiça barrará Lula de disputar 2018

Oficialmente o PT diz que a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é “irreversível” e “irrevogável”. A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, afirmou que, mesmo que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) ratifique a condenação, Lula pode recorrer às instâncias superiores.
Mas a realidade, no entanto, é outra. Há no PT a percepção de que a Justiça dificilmente permitirá que Lula concorra pela sexta vez à Presidência é cada vez maior. Principalmente após a fala do general Mourão.
O advogado Pedro Serrano, referência jurídica da esquerda, disse que, embora considere Lula inocente, acredita que o Judiciário sofre forte influência política e, portanto, a probabilidade maior é de que a condenação seja mantida.

Para alguns, o recado do general Mourão foi direcionado especialmente para o caso de Lula. O militar disse que se a justiça não for capaz de retirar da vida pública os políticos envolvidos em ilícitos, o Exército se encarregará disso.

 

Com informações do Estadão. e papotv.com.br