Após polêmicas e queda de audiência, ‘Amor & Sexo’ é cancelado para sempre.

Atualmente em sua décima temporada, o ‘Amor & Sexo’, da TV Globo, vem enfrentando uma série de polêmicas em 2018. Além disso, a audiência sofreu uma queda brusca que surpreendeu a grande cúpula da emissora.

Por esses motivos, a emissora decidiu encerrar, de uma vez por todas, a exibição do programa. A temporada que está no ar será a última e o programa não será renovado. As informações são da colunista Keila Jimenez, do R7, que garante que toda a produção já foi avisada sobre a interrupção.

Sob comando da apresentadora Fernanda Lima, o ‘Amor & Sexo’ fazia parte da grade da emissora desde 2009. A proposta é debater temas como masculinidade, corpo, feminismo e machismo, entre outros. Os discursos politizados são uma marca registrada da atração.

Pela abordagem progressista de temas considerados tabus pela sociedade, o programa vem se envolvendo em uma série de polêmicas neste ano, além de ter sido constantemente atacado nas redes sociais.

Recentemente, Fernanda Lima foi Detonada pelo cantor Eduardo Costa na internet. Ele a xingou de “imbecil” após ela ter feito um discurso contra o machismo e o preconceito. Os internautas interpretaram mal a fala da apresentadora e entenderam que se tratava de uma indireta ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

“É um trabalho que leva meses para ser desenvolvido, com cada tema pesquisado, escrito e gravado com meses de antecedência. O programa ‘mulher’, que foi ao ar nesta semana, foi gravado em julho”, esclareceu, depois, a apresentadora.

O principal motivo para o cancelamento, no entanto, é o abandono do público. Na última semana, enquanto exibia mais um polêmico episódio onde Eduardo Sterblitch e José Loreto ficaram nus no palco, o ‘Amor & Sexo’ ficou em terceiro lugar na audiência – perdendo para ‘A Fazenda’, da Record TV, e também para o ‘Programa do Ratinho’, do SBT.

Na média nacional, a audiência da atração despencou quase 70% de 2016 para 2018.

 

Fonte: https://www.feedclub.com.br/

Compartilhe em Suas Redes Sociais