ATENÇÃO: Restrição ao Foro Privilegiado depende apenas de mais 2 votos

Cármen Lúcia suspende o julgamento da ação que restringe o foro privilegiado por conta do pedido de vista de Alexandre de Moraes.

 

Votaram pela restrição do foro a crimes cometidos durante o exercício do cargo e em função dele o relator, Luís Roberto Barroso, acompanhado de Marco Aurélio Mello, Rosa Weber e Cármen Lúcia.

 

Placar, portanto, está em 4 a 0 pela limitação do foro.

O fim da festa do foro depende, portanto, de mais dois votos a favor, além da boa vontade de Alexandre de Moraes liberar a ação.

 

Vamos pressionar os ministros.
Via papotv.com.br