Barroso pode encerrar a farsa com a concessão de liminar requerida pelo MPF