BOLSONARO ARREBENTA, FHC É DESMASCARADO E MÍDIA CHORA OUTRA VEZ

Ao longo de uma hora e meia de conversa, FHC disse várias vezes que Bolsonaro não conseguiu construir uma base no Congresso. Segundo ele isso se deve em parte à fragmentação política e à falência do atual sistema partidário. De acordo com o ex-presidente, o país precisa pensar em alternativas para sair do atual momento que ele classificou de “reconstrução das bases de uma sociedade democrática no mundo todo”.

O ex-presidente sugeriu que talvez seja o momento de surgirem novos partidos capazes de orientar politicamente os anseios da sociedade.

“A Lava Jato e os protestos arrebentaram o sistema partidário anterior. Agora tem que ser com outras forças, talvez com outros partidos, outras energias para poder a coisa avançar”, afirmou.

Ao apontar a falta de representatividade dos partidos FHC não poupou nem os tucanos. Indagado por um sindicalista sobre a postura do secretário nacional de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, filiado ao PSDB, o ex-presidente disse que Marinho não age em nome do partido.

“Mas você pensa que tem alguma orientação de partido nisso?”, questionou FHC. Na conversa, ele pediu que os sindicatos tentem interagir mais com a universidade e com os militares que, segundo ele, é o setor do governo Bolsonaro que tem “bom senso”.

Veja o vídeo.

Gostou? Compartilhe Com seus Amigos!