Bolsonaro comenta sobre Levy: “Se não abrir a caixa preta do BNDES, tá fora!”

O site Antagonista conversou com exclusividade com Jair Bolsonaro sobre a nomeação do economista Joaquim Levy para a presidência do BNDES.

A nomeação gerou certa estranheza. Apesar de ser um nome com notória capacidade e alguém bem visto pelo mercado, ele já esteve no governo Dilma.

Sobre este assunto, Bolsonaro respondeu: “Tanta gente que já apoiou a Dilma, apoiou o Lula, apoiou o Temer… Não é por que apoiou, teve do lado, num cargo, que você vai execrar o cara. Teve cara que passou por lá sem problema nenhum”

Bolsonaro explicou que “foi uma decisão do Paulo Guedes, que pediu um voto de confiança”.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

“A caixa-preta vai ser aberta na primeira semana! Não tenha dúvida disso. Se não abrir a caixa-preta, ele está fora, pô.” O presidente eleito disse ainda que quer a “suspensão de todos os sigilos” do BNDES. “Isso será tratado dessa maneira.”, disse Bolsonaro.

Ele comentou ainda que não existe nenhum processo ou suspeita contra o Levy: “Não há nada que desabone sua conduta”.

CHICAGO BOYS

Assim como Guedes, Levy tem doutorado na Universidade de Chicago, o mais importante centro do pensamento liberal em economia e foi criticado por boa parte do PT por sua ‘ortodoxia’ na conduta econômica do país enquanto Ministro da Fazenda. 

 

Via: republicadecuritiba.net

Compartilhe em Suas Redes Sociais