Bolsonaro já conta com 5 militares no primeiro escalão