Bolsonaro quer amparo jurídico e condecoração a quem reagir a assalto