BOMBA: Antes de morrer em queda de avião inexplicável, ex presidente da Vale mandou carta a Dilma. VEJA AQUI

Em uma entrevista no Roda Viva em 2011, o ex-prefeito de São Paulo Kassab havia comentado que a demissão de Agnelli da Vale foi um erro grave do governo petista e o tempo iria dizer quem estava certo. E os anos se passaram e a Vale só perdeu valor em mercado desde então. Em 2015, sem Agnelli, a empresa assistiu a sua maior tragédia natural da história, quando uma das barragens da Samarco, subsidiária da Vale, rompeu e fez um enorme estrago na região de Mariana.

Agora, mais uma vez o nome do executivo aparece na mídia, e dessa vez foi para noticiar a infeliz notícia de sua morte. Nesse sábado, dia 19, o executivo sofreu um acidente de avião na zona norte de São Paulo e faleceu. E misteriosamente a aeronave não tinha caixa-preta e, sendo assim, não será possível investigar precisamente as causas do acidente.

Muitos já dizem que a morte de Agnelli é um novo caso de “Celso Daniel” por ele já ter denunciado escândalo de corrupção do PT no passado. Mas independentemente das coincidências que levam a essas teorias conspiratórias, a intervenção do estado na Vale foi um erro. E esse erro talvez não evitaria a morte do executivo, que morreu por um acidente, mas no caso de Mariana, poderia ter sido diferente se Agnelli não tivesse sido demitido por Dilma.

Fonte: verdademundial.com.br e jornaldopais.com.br