Cármen Lúcia Terá Nova Chance De ‘Frear’ Pretensões De Lula No STF

A ministra Cármen Lúcia presidente do Supremo Tribunal Federal, sabe que três dos seus colegas de corte, da Segunda Turma, não respeitaram a decisão do colegiado sobre a prisão após a condenação em segunda instância ao concederem liberdade a José Dirceu. A ministra já declarou que não aceita mudanças de uma jurisprudência recente.

A decisão de Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Gilmar Mendes pode ser visto como uma afronta ao colegiado do STF. Apesar disso, Carmen Lúcia terá uma nova chance nas mãos para mostrar que o Supremo ainda tem comando, pelo menos até setembro.

Com a decisão de Edson Fachin de enviar o pedido da defesa do ex-presidente Lula para o Plenário, criou-se um receio nos aliados do petista. Ao voltar do recesso, em agosto, os ministros aguardarão a presidente da Corte colocar o caso na pauta de votações. Cármen Lúcia se negará a fazer isso? Ela poderá optar por não incluir na pauta do STF esse pedido da defesa de Lula. Seria uma forma de responder a altura contra as decisões da Segunda Turma que soltaram vários presos da Lava Jato.

Fonte: ww.brasilnoato.com.br

   

Gostou? Compartilhe!