Collor vira réu na Lava Jato em processo por corrupção e lavagem de dinheiro

Segunda Turma do STF autoriza abertura de ação penal contra senador do PTC e ex-presidente da República. Ele é acusado de comandar e se beneficiar de desvios na BR Distribuidora

 

O ex-presidente e senador pelo PTC de Alagoas, Fernando Collor de Mello, será processado no Supremo Tribunal Federal (STF) no âmbito da Lava Jato, acusado de comandar e se beneficiar de um esquema de desvio de recursos na BR Distribuidora.

 

A Segunda Turma da Corte decidiu torná-lo réu nesta terça-feira (22) em ação penal pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

 

O colegiado seguiu o voto do relator, o ministro Edson Fachin, que defendeu a abertura de processo contra o senador.

 

Via republicadecuritibaonline.com