Com 14 procedimentos criminais, Renan perde 1ª batalha, mas ainda briga para presidir o senado (Veja o Vídeo)

Uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) garante o voto aberto para a presidência do Senado Federal.

Lasier Martins, autor do mandado de segurança que garantiu a decisão, comunicou o fato ao atual presidente da casa, Eunício de Oliveira.

Incontinenti, Renan fez uso da palavra para protestar contra a liminar e defender o voto secreto, “em nome da democracia”.

Renan sabe que com o voto aberto, a eleição está perdida. Os demais senadores terão constrangimento e vergonha de declarar o seu voto no senador alagoano.

Entretanto, numa votação secreta, Renan tem todas as condições de negociar um apoio bem mais robusto e assim entrar com boas chances na disputa.

Eunício, que no próximo ano nem mais será senador, anunciou que o Senado irá recorrer da decisão.

Renan na presidência do senado será algo extremamente negativo para o novo governo.

Por sua conhecida má índole, irá fatalmente atravancar tudo que for do interesse do governo, com a firme disposição de exercer a política do ‘toma lá, dá cá’.

Renan na presidência do Senado é a mais evidente representação da velha política numa casa que necessita mudar.

Veja o vídeo:

Informações do Jornal da Cidade Online