Com Moro, Ministério da Justiça terá acesso em tempo real a movimentações financeiras de políticos

Jair Bolsonaro, em sua ideia de reformular o Ministério da Justiça, transformará a pasta em um superministério, e Sergio Moro terá liberdade para trabalhar pelo Brasil.

Um dos avanços será o uso da COAF – Conselho de Controle de Atividades Financeiras – pelo Ministério da Justiça. O órgão vai preparar relatórios diários sobre movimentações atípicas de autoridades, servidores públicos e políticos.

Na Lava Jato, Sergio Moro já tinha acesso aos dados da COAF, principalmente envolvendo condenados pelo petrolão.

Fonte: republicadecuritiba.net

Compartilhe em Suas Redes Sociais