Com os dias contados, Lula faz de tudo para travar a Operação Lava-Jato

Lula acusa o procurador novamente, numa tentativa desesperada em fugir da Polícia Federal de uma maneira “um pouquinho mais legítima”.

Não é notícia para ninguém, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já está com os dias contados, os mais otimistas falam em semanas, os “meio-pessimistas” em meses, mas seus admiradores não gostam nem de pensar nisso.
A fuga frustrada

Lula sabe muito mais que qualquer um, uma hora ou outra será, a expressão “ir para o xilindró” se materializará sobre ele. Não é à toa que hoje mesmo (20/12) lançou mais uma investida contra a Operação Lava-Jato. O procurador Deltan Dallagnol – coordenador da força-tarefa da operação – foi alvo de um pedido de indenização do ex-presidente, o valor: um milhão de reais.
A acusação se baseia em uma entrevista à imprensa, cedida por Deltan, na qual é apresentada um arquivo de PowerPoint que apontava Lula como protagonista, num esquema de corrupção passiva e lavagem de dinheiro relativo à Petrobrás.

 

O juiz Carlo Mazza Melfi foi o magistrado nessa ocasião, e numa sentença de dezessete páginas, esfacelou o pedido, frustrando, um pouquinho mais, o escape desesperado de Lula.

Não é a primeira vez que o ex-presidente tenta acusar Deltan de alguma infração. Visto que até hoje questiona o progresso da investigação contra si. O procurador, na ocasião, entregou sua máxima: “A força-tarefa não teria oferecido denúncia contra Lula se não tivesse provas consistentes” (via ImprensaViva); e parece que a preservará o quanto puder, em sua luta ininterrupta contra a corrupção.

 

Via: blastingnews

       

Gostou? Compartilhe!

  • 2.7K
    Shares