Com vida luxuosa, Bárbara Cunha se declara para filho de ator da Globo

A filha do ex-deputado Eduardo Cunha deixa todos observarem sua vida particular através de rede social.
Bárbara Cunha, filha do ex-deputado #Eduardo Cunha, utilizou as redes sociais para fazer uma declaração ao filho de Edson Celulari e Cláudia Raia, Enzo Celulari.

Os dois almoçaram juntos no Copacabana Palace, Rio de Janeiro. Em um registro pela rede social Instagram,

Bárbara admite que os dois são “melhores amigos”.

A moça tem 19 anos e deixa sua conta do Instagram aberta para quem quiser ver.

Ela vive uma vida luxuosa marcada por restaurantes caros e sofisticados.

Diferente dos seus outros irmãos, a moça não vê problemas em deixar as redes sociais para visitantes e tem um lista vasta de seguidores.

Bárbara cursa Publicidade e Propaganda.

Conhecida como Babu, a filha do deputado cassado namora com o publicitário Pedro Annecchini Bleuler, sócio de quatro empresas que faz serviços no âmbito da engenharia.

A mãe de Bárbara e mulher de Eduardo Cunha, a jornalista Claudia Cruz, aparece nas redes sociais da filha fazendo comentários carinhosos a cerca da relação amorosa entre Babu e o publicitário.

Demostrando muito orgulho pelo seu pai que se encontra preso em carceragem do Paraná, Bárbara coloca frases do tipo: “homem da minha vida”.

A jovem é formada pela British School e faz muitas viagens marcantes pelo mundo.

Um exemplo é quando houve escândalos envolvendo Eduardo Cunha através da Operação Lava Jato, Bárbara e sua mãe Cláudia foram “descansar” no Caribe.

Operação Lava Jato

As investigações da Operação Lava Jato teria “estremecido” a família de Eduardo Cunha, pois com tantas notícias e manchetes, a jornalista Claudia Cruz virou ré em processo e o ex-deputado acabou sendo preso pela Polícia Federal.

Estando na cadeia desde outubro do ano passado, Eduardo Cunha disse recentemente que irá fazer delação premiada à Procuradoria Geral da República.

Os advogados de defesa do ex-deputado afirmaram que se reuniram com membros da Operação Lava Jato e que, a partir de agora, irão começar a colher informações para dar início ao processo de delação premiada.

O nome de Cunha também foi, juntamente como do presidente Michel Temer, comentado na delação do dono da empresa JBS, Joesley Batista.

A #PGR acusa Temer de ter concordado com uma mesada para que Cunha não fizesse delação premiada, tentando fazer com que o ex-deputado ficasse em silêncio.

A PGR abriu uma investigação contra o presidente da República por corrupção passiva.

Agora, a Câmara dos Deputados irá votar. Caso votem em favor da denúncia, Temer será julgado no Supremo Tribunal Federal (STF).

Veja Mais em http://saudevidaefamilia.com/com-vida-luxuosa-barbara/