Contra Haddad, Igrejas evangélicas decidem declarar apoio a Bolsonaro

À frente da Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil, o bispo Robson Rodovalho diz que “não dá mais para ficar em cima do muro”
As igrejas evangélicas não gostaram da evolução de Fernando Haddad (PT) nas pesquisas de intenção de voto. Para tentar evitar um embate entre Jair Bolsonaro (PSL) e o petista já no primeiro turno, a Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil decidiu declarar apoio ao capitão reformado.
Segundo a coluna “Painel”, da Folha, o bispo Robson Rodovalho, que responde pela entidade, disse que “não dá mais para ficar em cima do muro” e afirmou que Bolsonaro consegue “colocar um freio de arrumação no Brasil”.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

A Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil reúne as principais agremiações neopentecostais do país.

De acordo com a pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta (19), Bolsonaro leva vantagem sobre Haddad entre os evangélicos. Num eventual segundo turno, o capitão venceria por 51% a 34%.

Compartilhe em Suas Redes Sociais