Cúpula das Forças Armadas demonstra preocupação e teme violência após segundo turno