Defesa de Cabral alega que ele tem cleptomania e pede suspensão do processo

A defesa do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, juntou, na tarde de hoje, ao processo no qual é réu, um pedido de instauração de incidente de insabidade mental.

Com o pedido, a defesa pretende obter a suspensão do processo, mediante alegação de que Cabral é cleptomaníaco.

De acordo com a lei brasileira, quando o acusado de um crime, mesmo tendo consciência da ilicitude de seu ato, “não consegue se portar de acordo com esse entendimento” em razão de distúrbios mentais, será submetido a medida de segurança, em vez de prisão.

“É EVIDENTE QUE O CABRAL TINHA UMA MANIA INCONTROLÁVEL DE ROUBAR, ENTÃO ELE DEVE SER CONSIDERADO INIMPUTÁVEL, JÁ QUE A VONTADE QUE ELE TINHA DE ROUBAR ERA MAIS FORTE QUE ELE”, DISSE O ADVOGADO.



O juiz do caso, por sua vez, disse que concorda que Cabral, de fato, roubou muito mais que uma pessoa normal consegue roubar no dia a dia, mas ressaltou que avaliará os argumentos do pedido.

Caso o pedido seja acatado, o processo será suspenso e Cabral será submetido a exame para atestar se realmente tem problemas mentais.

“TEMOS QUE TER MUITA CAUTELA COM ESSE TIPO DE PEDIDO, PORQUE SE TODO LADRÃO PASSAR A SER CONSIDERADO DOIDO, EM BREVE TEREMOS PRESÍDIOS ESVAZIADOS E HOSPÍCIOS COM SUPERLOTAÇÃO”, AVALIOU UM ESPECIALISTA.

Veja mais em http://www.joselitomuller.com/defesa-de-cabral-alega-que-ele-tem-cleptomania-e-pede-suspensao-processo/