Já Emílio Odebrecht, além de também confirmar as reformas feitas de maneira ilegal, o favor não poderia ter sido negado devido a sua relação pessoal com Lula por mais de vinte anos. “Como eu disse a Alexandrino: você me trazer isto, mesmo que eu quisesse negar, eu não tenho como negar por todos os ativos intangíveis de mais de 20 anos de convívio com o presidente”. Informações dO Antagonista e UOL.