Deltan Dallagnol acusa Gilmar Mendes de suspeição no caso Barata


O coordenador da força-tarefa da Lava Jato de Curitiba, procurador Deltan Dallagnol, usou as redes sociais para pedir a suspeição do ministro Gilmar Mendes no caso Barata Filho.

Gilmar determinou, nesta segunda-feira (19), que a Justiça Federal do Rio repita as audiências da Operação Ponto Final, desdobramento da Lava Jato no Rio, que investiga o pagamento de R$ 260 milhões em propina a políticos do estado por empresários de ônibus.

Sobre isso, veja o que Deltan comentou no Twitter:


Via: PAPOTV