Deltan Dallagnol destrói defesa de Lula

O MPF entregou, na noite desta quinta-feira (11), suas alegações finais do processo sobre a autenticidade dos recibos do pagamento de aluguéis, pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e sua família, de um apartamento em São Bernardo do Campo (SP).

O documento foi assinado pelo procurador Deltan Dallagnol e nele o MPF destrói a defesa do petista classificando-a como “insistente” e “precária”:

Confira trecho:

“Em vista do farto acerto probatório que atesta a ausência de relação locatícia real, deve ser dito o óbvio, em resposta à tentativa insistente e precária da defesa de provar a existência de pagamentos única e exclusivamente invocando a força probatória atribuída pela lei civil a recibos de pagamento: documentos ideologicamente falsos não fazem prova de pagamento ou quitação”, diz um trecho do documento.

Para o MPF, a falsidade dos recibos confirma os “matizes criminosos” dos atos que a defesa de Lula tentaria, “em vão, lastrear”.

Com UOL. e papotv