Deltan Dallagnol está nas mãos do ex-advogado de Cunha

O corregedor do CNMP, Orlando Rochadel Moreira, quer abrir um processo administrativo disciplinar contra o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato em Curitiba, registra O Antagonista.

O motivo: uma postagem de Dallagnol no Twitter, em fevereiro, quando falou que “se cabem buscas nas favelas, cabem também nos gabinetes do Congresso”.

O caso caiu para relatoria de Gustavo Rocha, ex-advogado de Eduardo Cunha que virou homem forte do governo de Michel Temer.

Via: PAPOTV