Deputado petista tenta enquadrar Sergio Moro e acaba desmoralizado pelo ministro

Em pronunciamento na Câmara dos Deputados, Sergio Moro, ministro da Justiça e da Segurança Pública do Governo Bolsonaro, rebateu ataques do deputado petista Paulo Teixeira.

“Permita-me ser, aqui, um pouco maniqueísta. Nós estamos do lado certo. Nós estamos do lado do cidadão. Nós estamos do lado daquela pessoa que é vítima do crime. Do lado daquelas famílias que têm medo de sair às ruas. A redução da impunidade é fundamental!”, encetou ele.

“Eu defendo isso desde sempre. Desde que o Supremo mudou seu entendimento em 2009. Sempre defendi que precisamos ter execução de pena em segunda instância. Desde antes da Lava Jato ou de qualquer outro caso específico”, acrescentou o ministro.

“É, verdadeiramente, aquilo em que acredito. (…) Condenação em segunda instância tem que ser executada independentemente de ter havido condenação ou absolvição antes. Se houver dúvidas quanto à correção do julgamento, tem de haver uma válvula de escape, que é o caso da liminar.

Na verdade, quem são as principais vítimas de crimes nesse país? São as pessoas mais vulneráveis, as minorias, os pobres. As pessoas de maior renda também são vítimas e todo crime é uma tragédia, mas pessoas de maior renda conseguem se proteger mais – condomínios fechados, carros blindados e até seguranças”, sublinhou Moro.

Veja o Vídeo.