“É inadmissível Lula ser candidato”, diz João Doria

No final de semana, José Serra teria dito em conversa com outro senador que gostaria que Lula fosse candidato à presidência em 2018, o que não é tão surpreendente assim para um tucano. João Doria, por sua vez, contrariou novamente o partido e disse exatamente o oposto em entrevista para o Correio Braziliense.

O entrevistador questionou o prefeito sobre a possibilidade de o mesmo ser candidato em 2018, caso Lula chegue mesmo a concorrer. Ele respondeu:

“[…] não sou candidato. Sou prefeito. Além disso, como cidadão brasileiro, serei sempre opositor ao ex-presidente Lula. O ex-presidente Lula quase destruiu o Brasil. Então, é inadmissível um homem que quase destruiu a nação, que impôs o maior assalto ao dinheiro público jamais visto na história da humanidade, que ofereceu três anos de recessão, 13 milhões de desempregados, queira agora voltar a ser candidato e disputar sob a alegação de que é o salvador do Brasil. Salvar o quê? Salvar o Brasil daquilo que ele e o seu partido, o PT, na sua maioria, indignaram a nação, a população e a imagem do Brasil? Ora, que tenha o mínimo de consciência do mal que fez e do mal que vai responder. Nesse sentido, serei mais do que tudo um cidadão, um brasileiro. E vou usar toda a força da minha voz. Mesmo não sendo candidato, como não sou, não deixarei de usar a minha voz, a minha força, a minha credibilidade para impedir que isso volte a ocorrer e esse mal retorne ao Brasil.”

Via jornalivre.com