Em ato desesperado, Haddad se posicionará contra o aborto para agradar evangélicos

Em ato de total desespero, vendo sua candidatura afundando cada vez mais, Fernando Haddad está fazendo uma carta de compromissos para tentar atrair o voto dos evangélicos, depois de chamar Edir Macedo de “charlatão fundamentalista”.

Para atrair os votos dos cristãos, Haddad até foi à uma missa no dia da Padroeira de Brasil e agora – pelo visto – abrirá mão de uma das maiores bandeiras do PT, a defesa do aborto.

Haddad promete, caso eleito, não enviar à Câmara nenhum projeto para legalizar o aborto, diz o Globo

 

Via: republicadecuritiba.net

Compartilhe em Suas Redes Sociais