Em encontro com Lula, Haddad sai frustrado e vê situação preocupante nas eleições

Fernando Haddad visitou o ex-presidente Lula na Superintendência da PF, em Curitiba, nesta segunda-feira (03).

O ex-prefeito de São Paulo e possível candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, visitou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, nesta segunda-feira (03). Entretanto, a visita se tornou preocupante para o ex-prefeito. Ele viu Lula se mostrar resistente e não abandonar a chance de concorrer nas Eleições. Haddad teme que poderá ter pouco tempo para conseguir a transferência de votos do ex-presidente para ele.

De acordo com informações do G1, Haddad saiu da cadeia frustrado. Ele tinha certeza que Lula iria dar o sinal verde para ele anunciar a sua candidatura, mas não foi o que aconteceu.

O condenado em segunda instância pela Operação Lava Jato ainda tem esperanças de que o Supremo Tribunal Federal (STF) possa reverter a sua situação e colocá-lo na disputa eleitoral.

Segundo a reportagem, Lula teria jogado um “banho de água fria” nas pretensões de Haddad. O líder do PT insiste pela corrida ao Planalto, mesmo sabendo que sua situação é delicadíssima.

Membros do PT e o próprio Haddad temem que a transferência de votos de Lula para ele não deem tempo de se concretizar e o PT acabaria perdendo a chance de brigar nas eleições. A Justiça eleitoral determinou que até o dia 11 de setembro tudo tem que ser resolvido. O PT precisa apresentar um candidato. Diante disso, o partido terá apenas 10 programas eleitorais na TV e no rádio para tentar transferir votos de Lula para o ex-prefeito, o que seria risco muito grande para o partido.

Receios dos advogados
Em conversas restritas, advogados temem que a insistência do ex-presidente pode causar um impacto maior ainda para o PT. Buscando estratégias no STF, Lula poderia não abandonar a eleições, ignorando a data limite exigida pela Justiça Eleitoral. Dessa forma, os advogados acreditam que a Corte Suprema poderia impugnar a chapa do PT. De suma, seria o fim das eleições para o partido.

A ordem de Lula é para que os seus advogados continuem insistindo com sua candidatura e usem todos os recursos possíveis para que isso aconteça. Ele quer que seja divulgado que ele está preso injustamente. Haddad, por enquanto, aguarda uma posição do ex-presidente, mesmo que tardia.

Condenado
Lula foi condenado a uma pena de 12 anos e 1 mês de regime fechado após ser acusado de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex de Guarujá. Ele teria recebido propina de construtoras que fizeram contratos fraudulentos com a Petrobras.

Via: blastingnews

Compartilhe em Suas Redes Sociais