Em Harvard, Sérgio Moro humilha políticos corruptos

Durante palesta em Harvard, o juiz Sérgio Moro defendeu mais uma vez o fim do foro privilegiado.

Além da redução da prerrogativa ao mínimo possível, o magistrado também sugeriu a retirada dessa prerrogativa de juízes.

“Não faço nenhuma questão de permanecer com esse tipo de privilégio, até porque não uso.”
Moro também afirmou que anistiar o caixa 2 é “varrer o problema para baixo do tapete” e permitir que a corrupção continue nos assombrando.

“Sou absolutamente contrário a essas propostas de anistia.”
Sobre a justificativa de alguns políticos de que “é preciso separar quem enriqueceu, de quem usou caixa 2 para se eleger”, Moro disse:

“Me causa espécie quem faz distinção entre a corrupção eleitoral e para enriquecimento ilícito. A corrupção eleitoral é até mais grave, porque, no caso do enriquecimento ilícito, você coloca o dinheiro na Suíça e não prejudica mais ninguém. Agora usar dinheiro de corrupção para ganhar uma eleição vai atrapalhar mais gente.”
O discurso é uma verdadeira humilhação para os políticos corruptos.

O juiz da Lava Jato foi aplaudido de pé no evento.

Créditos papotv.com.br