Em mais uma jogada de mestre, Jair Bolsonaro faz a esquerda espernear

Em mais uma jogada de mestre, o presidenciável que lidera as pesquisas em muitos estados, Jair Bolsonaro, calou seus opositores utilizando apenas o silêncio.

O ex-capitão do Exército escolheu não comentar sobre o assassinato da vereadora do PSOL, Marielle Franco.
A esquerda esperava um comentário polêmico do pré-candidato para tentar difama-lo mais uma vez nas redes sociais.

Como a tal manifestação sobre o tema não veio, a velha mídia suja esperneia, criando matérias imundas como: “O silêncio ensurdecedor de Jair Bolsonaro” – ou – “Auto-censura de Bolsonaro já dura mais de 80 horas” – ou ainda – “Jair Bolsonaro é o único dos presidenciáveis que não falou sobra Marielle.”

O desespero é evidente na mídia que demonstra claramente ter ficado sem munição para fazer o que mais gosta, ou seja, tentar assassinar a reputação do ex-militar.

Vale destacar que Jair Bolsonaro é o único dos pré-candidatos que sempre se manifesta quando um policial morre assassinado. É o único que trata a Segurança Pública como prioridade. É o único que defende o direito do cidadão de bem poder andar armado.

O silêncio de Jair Bolsonaro nada tem a ver com um possível comentário polêmico. Ele apenas demonstra que o candidato não quer politizar o assunto simplesmente por escolher respeitar a vítima e seus familiares.

Bolsonaro evoluiu muito. E isso, ninguém mais pode negar.

Via: PAPOTV