Em novo devaneio esquerdista, Gleisi Hoffmann afirma que “o PT é a única esperança do povo brasileiro”

Não há limite para a avassaladora desfaçatez da senadora Gleisi Helena Hoffmann (PT-PR), presidente do Partido dos Trabalhadores, ré no Petrolão e fiel escudeira de Lula, também réu no âmbito da Operação Lava-Jato e já condenado à prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

“Saímos agora dos encontros setoriais do Partido dos Trabalhadores (PT) com energia renovada e também com a certeza e a responsabilidade de saber que novamente é no PT que o povo deposita sua esperança de mudar a realidade. Para revogar os retrocessos promovidos pelo golpe de estado no Brasil, os sucessivos ataques à soberania nacional e para apontar soluções democráticas e participativas, capazes de superar as adversidades da economia, as fragilidades da política e o aumento da violência no mundo”, afirma Gleisi em artigo assinado.

E o delírio prossegue, como se o PT fosse uma referência ética e administrativa para o mundo: “Temos raízes fincadas nos movimentos sociais e não é à toa que o PT detém mais de 22% da preferência popular, de acordo com as recentes pesquisas de opinião. O Presidente Lula, nossa estrela maior, que parte agora em caravana pelo interior de Minas Gerais, concentra quase 40% das intenções de voto para a Presidência da República, vencendo a disputa em todos os cenários, caso as eleições fossem hoje. Novas filiações também aumentam a cada dia junto aos diretórios locais do PT e pela internet. Somos mais de 1,8 milhão de petistas em todo o País”.

O devaneio da parlamentar paranaense não para: “Esse presidente, que tanto atrasa o Brasil, não pode continuar. Tão pouco pode continuar no seu lugar outro golpista comprometido com os retrocessos, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Por isso, é importante também que o Supremo Tribunal Federal (STF) cumpra sua função e julgue já a ação que pede a anulação do impeachment. Reconduzir ao cargo a presidenta legitimamente eleita é garantia de fortalecimento da nossa democracia e um impedimento para que os retrocessos continuem no Brasil”. (Ucho)

Gleisi conclui como se mandar no Brasil fosse o destino manifesto e inelutável do PT: “Estas são lutas essenciais para a soberania, democracia e justiça social no Brasil. Fazê-las é dever de um partido grande, dinâmico e de massas como o PT. Um partido vivo e atuante, com raízes fincadas nos movimentos sociais e populares, que não precisa mudar de nome porque tem clareza da causa que o alimenta. Partido que tem compromisso com a maioria pobre do povo brasileiro”.

Além de protagonizar o maior e mais ousado esquema de corrupção da história da Humanidade, o PT conseguiu a proeza de arruinar a economia, sendo que algumas medidas, principalmente as adotadas pela incompetente Dilma Vana Rousseff, continuam produzindo efeitos nefastos, os quais ainda exigirão tempo e esforço para serem debelados.

De tal modo, os discursos bolivarianos de Gleisi Helena não apenas servem para alimentar a esperança da turba esquerdista de ver o Brasil transformado em uma versão agigantada da combalida Venezuela, mas em especial para tentar reconquistar parcela do eleitorado que esvaiu-se na esteira dos escândalos de corrupção. Como sonhar é livre de impostos, Gleisi avança em seus delírios.

 

Via: cesarweis.com

     

Gostou? Compartilhe!

  • 3.2K
    Shares