Em surto com avanço da Lava Jato, Ciro Gomes ataca Sérgio Moro e o compara à Mussolini

As delações bombásticas dessa semana estão levando os petistas e seus sicários a ficarem com os nervos à flor da pele. Ciro Gomes ainda não apareceu nas delações, mas seu comprometimento com as iniciativas totalitárias o fazem defender Lula até debaixo d’água.

Algumas vezes eles perdem totalmente o controle, chegando até a comprometer suas ambições eleitorais. Por exemplo, Ciro Gomes é considerado pela extrema-esquerda uma alternativa para retomar o projeto totalitário de poder que o PT não conseguiu levar até o fim por causa do impeachment. Lembre-se que dificilmente Ciro passa dos 5% ou 6% nas pesquisas.

Mesmo assim, era preciso que Ciro Gomes fizesse pose de “bonzinho”, como quando Lula assinou a Carta ao Povo Brasileiro em 2002. Ao que parece, Ciro Gomes se embananou todo e decidiu partir para o confronto com a Lava Jato, o que deve posicioná-lo em termos simbólicos como inimigo da Justiça e aliadíssimo do maior esquema de corrupção do mundo: aquele que foi coordenado pelo PT para tentar transformar o Brasil numa Venezuela.

Via jornalivre.com