Empresa do coronel Lima teria pago R$ 950 mil em espécie por obra de filha de Temer

O engenheiro Luiz Eduardo Visani, dono da construtora Visani Engenharia, disse em depoimento à Polícia Federal que sua empresa recebeu cerca de R$ 950 mil, em dinheiro vivo, da Argeplan para executar reforma na casa de Maristela Temer, filha do presidente Michel Temer.

A Argeplan é uma empresa de engenharia cujo proprietário é o coronel aposentado João Baptista Lima Filho, amigo do presidente.
O depoimento de Luiz Eduardo Visani e os documentos apresentados por ele à PF contradizem versão de Maristela.

A PF suspeita que Temer tenha lavado dinheiro de propina com reformas em imóveis de familiares e transações imobiliárias em nomes de terceiros.

Com G1. e PAPOTV