Eunício fica sem vaga e dá adeus à vida pública

Atual presidente do Senado teve 1.313.793 votos, equivalente a 16,93% dos votos válidos.
Após derrota nas urnas, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), por meio de sua assessoria de imprensa agradeceu nesta segunda-feira (8) os votos recebidos pelo eleitor cearense e que recebe com reverência e respeito a “determinação imposta” pelas “regras democráticas”.

“Recebo com reverência e respeito essa determinação imposta a todos nós pelas regras democráticas, pelas quais tanto lutei. Agradeço, com muita honra e humildade, aos 1.313.793 cearenses que seguiram confiando em mim”, disse.

O emedebista desejou boa sorte para quem foram eleitos e disse que vai recolher à vida pessoal. “Desejo boa sorte e energia para os que foram eleitos. Recolho-me agora à vida pessoal”, afirmou.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Votos insuficientes
Eunício não obteve votos suficientes para se reeleger como senador. Com 100% das urnas apuradas, Eunício Oliveira teve 1.313.793 votos, equivalente a 16,93% dos votos válidos.

As duas vagas para senador no Ceará ficaram com Cid Gomes (PDT), com 3.228.533 votos (41,62%) e Eduardo Girão (PROS), com 1.325.786 votos (17,09%).

Atual presidente do Senado, Eunício Oliveira foi reeleito ao cargo de Senador pelo MDB e cumpre oito anos de mandato. Já foi deputado federal por três legislaturas – no período de 1999 e 2010 – e ministro das Comunicações do Governo Luís Inácio Lula da Silva, entre 2004 e 2005.

Compartilhe em Suas Redes Sociais