EXTRA: NA CASA DE JOESLEY, LULA PEDIU A CUNHA PARA SEGURAR IMPEACHMENT

Foi numa reunião intermediada por Joesley Batista que Jaques Wagner prometeu a Eduardo Cunha o apoio do PT para arquivar processo contra o peemedebista no Conselho de Ética da Câmara.

O problema é que o PT acabou traindo Cunha, que, por vingança, resolveu abrir o processo do impeachment.

 

Uns 30 dias antes da votação no plenário da Câmara, o então ministro da Casa Civil de Dilma Rousseff pediu a Joesley um novo encontro com Cunha. A conversa ocorreu na casa do empresário em Brasília, em clima bastante tenso.

Como não deu em nada, Wagner apelou então para Lula, que se reuniu com Eduardo Cunha na residência do dono da JBS em São Paulo – o encontro foi relatado por Cunha em uma carta recente escrita da prisão em Curitiba.

Apesar do apelo do ex-presidente para tentar reverter a tendência de cassação de Dilma na Câmara, o peemedebista mostrou-se irredutível.

Fonte: O Antagonista e JORNAL DO PAÍS