Fachin retira de Moro mais uma apuração sobre Lula baseada na Odebrecht


Ministro do STF aceitou argumento da defesa de que caso investigado não tem relação com desvios na Petrobras e enviou caso à Justiça Federal de São Paulo.

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu retirar do juiz federal Sérgio Moro mais uma apuração relacionada ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A investigação é baseada nas delações de ex-executivos da Odebrecht.

O caso também envolve um dos filhos de Lula, Luís Cláudio, que teria sido auxiliado pela construtora para desenvolver um campeonato no Brasil de futebol americano.
Em troca, segundo os delatores, o ex-presidente trabalharia para aproximar a cúpula da Odebrecht da ex-presidente Dilma Rousseff.

Fachin aceitou argumento da defesa de que o caso não tem relação com as investigações sobre os desvios na Petrobras e, por isso, enviou a apuração para a Justiça Federal de São Paulo, estado onde teriam ocorrido as conversas.

Informações G1