Filha de general Villas Bôas se manifesta nas eleições: ‘#HaddadNão’

Adriana Haas Villas Bôas está em campanha na internet contra o Partido dos Trabalhadores (PT).

A filha do comandante-geral do Exército, general Eduardo Villas Bôas, decidiu se manifestar sobre seu ponto de vista nas Eleições desse ano. Adriana Haas Villas Bôas usou o Instagram para proferir várias críticas contra o Partido dos Trabalhadores (PT), segundo informações do blog de Lauro Jardim, do jornal O Globo. Ela demonstra grande insatisfação e remete manifestações contra o candidato à Presidência da República Fernando Haddad.

De acordo com suas postagens, Adriana tentou combater as manifestações contra Jair Bolsonaro no sábado (29), e escreveu vários posts na rede social com as seguintes hashtags: #PTNão, #LulaNão e #HaddadNão.

Ela também repudiou que um presidiário pudesse comandar um país, insinuando que o ex-presidente Lula daria as ordens para Haddad governar, caso ele ganhasse a eleição.

O seu pai, general Villas Bôas, foi, recentemente, alvo de várias contestações por suas declarações sobre a legitimidade do próximo governo. Segundo o comandante, o ataque a faca sofrido por Jair Bolsonaro (PSL) e a situação da ficha-suja de Lula poderiam causar questionamentos sobre a legitimidade do candidato que vencer as eleições.

Sem mencionar o nome do ex-presidente Lula, Villas Bôas citou que um alguém sub judice, que afronta a Constituição e a Lei da Ficha Limpa, é um cenário propício de causar esse tipo de questionamento.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Atacado pelos partidos
O general acabou sendo criticado por vários partidos, diante de suas declarações.

O PT divulgou uma nota, no dia 09 de setembro, afirmando que as palavras do general foram de cunho autoritário e inconstitucional.

O candidato ao Planalto, do PDT, Ciro Gomes, chegou a dizer que se fosse no governo dele, ele mandaria prender o general pela sua fala. Segundo Ciro, no governo dele, militar nenhum vai ter oportunidade de falar sobre política e falou que demitiria o general.

Militares
De acordo com um artigo publicado no portal UOL, muitos militares não receberam bem as críticas contra o general. O Exército chegou a pensar em publicar uma nota, mas não fez até o momento. As declarações de Ciro foram as mais repudiadas pelos militares. Alguns chegavam até a pensar em votar nele, mas depois disso, teriam mudado totalmente a opinião.

Um general da equipe de Villas Bôas afirmou que Ciro conseguiu deixar uma boa parte dos militares chateados com seus ataques ao comandante. Segundo ele, o próprio comandante via Ciro como um bom quadro.

Via: Blastingnews

Compartilhe em Suas Redes Sociais