Filósofa do PT defende a criação de um governo paralelo para ‘salvar o país’

  • 7.7K
    Shares

A ex-candidata do PT ao governo do Rio de Janeiro e espécie de ‘filósofa oficial do PT’, Márcia Tiburi, conhecida por suas declarações polêmicas defendendo o assalto, defendeu também até a criação de um ‘governo paralelo’ para ‘salvar o país’ e afrontas o governo oficial de Bolsonaro.

“Me digam: quem vai dar ouvidos pra um imbecil dizendo que ninguém tem mais que aprender feminismo no ensino médio? As jovens de hoje são feministas apesar da escola, fazem aborto apesar da igreja, etc. Chega de dar trela pra discurso de espertinho querendo fazer o povo de otário. E aquele que saiu falando que ninguém tem que aprender outra língua senão português? Que anta! Escolas vão ser proibidas de ensinar inglês, espanhol, chinês? Povo aprende o que quiser na internet, tem que avisar pra esse pilantra querendo parecer doutrinador.”

“Estou falando isso apenas porque espero uma resistência cada vez mais criativa e que não caia na armadilha – nessas ratoeiras discursivas – dos donos do poder atual. E sugiro que a gente crie um governo paralelo pra poder salvar o país da desgraça em que ele foi metido. Porque ficar discutindo a cor do uniforme dos anjos, e as merdas ditas diariamente pelo presidente eleito et caterva, não dá. Parece os ideólogos de gênero que inventaram o termo ideologia de gênero. Espertinhos confiando na imbecilidade do povo. Cuidado que daqui a pouco o povo acorda.

Fonte: republicadecuritiba.net

Gostou? Compartilhe Com seus Amigos!

  • 7.7K
    Shares