Forças Armadas dizem que vão garantir resultado das urnas

Em meio a desconfiança das urnas eletrônicas e do próprio candidato esfaqueado, Jair Bolsonaro, líder nas pesquisas, o ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, disse que as Forças Armadas garantirão o resultado das urnas na eleição presidencial deste ano.

Segundo a Folha, ele ainda reafirmou que independentemente de quem vencer o pleito, o resultado será respeitado. 

Para Luna, não há interesse entre os militares de questionar o resultado das urnas ou dar qualquer tipo de guarida ou legitimidade para movimentos ou candidatos que venham a não reconhecer o que a população decidir no pleito de outubro.

“A bíblia das Forças Armadas é a Constituição Federal, o artigo 142 e as leis complementares. Fora desse caminho não há trilha, não há caminhada jamais. Não há risco nenhum de as Forças Armadas aceitarem ou deixarem de aceitar aquilo que é legal. Nós temos mais é que garantir as instituições funcionando em condições normais e quando solicitados garantir a lei e a ordem.”

Resta saber se, dependendo do resultado, o país se encontrará governável. 

A conferir.

 

Via: PAPOTV

Compartilhe em Suas Redes Sociais