General Heleno emite nota sobre pedido de apreensão de celular de Bolsonaro

Nesta sexta-feira, 22, em nota à Nação Brasileira, o General Augusto Heleno emitiu, em suas redes sociais, nota acerca do pedido absurdo feito nesta manhã por Celso de Mello, de busca e apreensão dos celulares do presidente da República Jair Bolsonaro e de seu filho, Carlos Bolsonaro.

O general classificou de inconcebível e inacreditável o pedido, e afirmou que seria uma afronta máxima ao Executivo e interferência inadmissível de outro Poder na privacidade do Presidente da República.

Como chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, ele alerta que tal atitude é evidente tentativa de comprometer a harmonia entre os poderes e poderá ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional.