General Manda Recado Ácido Aos Políticos

o general Gilberto Pimentel, presidente do Clube Militar, fará um pronunciamento sobre a data, na qual se comemora o aniversário da Revolução democrática de 1964.

O artigo “As forças vivas da Nação”, publicado no site do Clube Militar, é uma espécie de antecipação do teor do discurso:

Que Não Ousem Obstruir A Aplicação Da Lei. Seria A Decretação Do Fim Da Democracia, E Aí, Outra Vez As Forças Vivas De 64 Poderão Se Manifestar.
O recado é ácido e direto:

Se não houver punição aos corruptos, poderemos sim assistir a tão sonhada, para muitos, intervenção militar.

No atual cenário brasileiro o que se vê é a imposição da classe política aos milhares de brasileiros para que os aturem da forma que são e agem em nome da democracia. Para que os crimes de corrupção que praticam sejam punidos, quem sabe, nas urnas em 2018. Isso é um absurdo.

Democracia não é aceitar que pessoas eleitas pelo voto descumpram completamente seus compromissos e destruam um país enquanto enriquecem as custas do dinheiro público. Isso não é democracia.

A intervenção que tanto se pede no Brasil é uma forma rápida de retirar das funções públicas todos os corruptos e recomeçar o país através de eleições diretas.

A justiça infelizmente tarda e quando tarda, falha. Tem sido assim faz anos principalmente quando o alvo são pessoas poderosas e de grande capacidade econômica.

Publicado no site do Clube Militar,