Segundo o presidente, governo irá encaminhar reforma administrativa em breve

O governo federal se encontra muito próximo de encaminhar para o Congresso Nacional a reforma administrativa, afirmou hoje (6) o presidente Bolsonaro. Apesar disso, ele não chegou a falar sobre uma data para que a proposta seja enviada.

Jair Bolsonaro afirmou numa live, nas redes sociais, em companhia do ministro Guedes, da Economia, que foi para o Palácio do Planalto para um encontro que não estava previsto dentro da agenda oficial. O presidente Bolsonaro declarou, pois, que também deseja falar sobre a reforma tributária com Guedes.

Assim, Paulo Guedes, o qual foi convidado para participar da transmissão, afirmou pretender continuar com a agenda de reformas e disse que o Brasil irá crescer o dobro de 2019 neste ano.

O Produto Interno Bruto (PIB, que é a soma dos bens e serviços produzidos) de 2019 apenas irá ser divulgado, a saber, no mês de março. O mercado financeiro está na expectativa de 2,3% para este ano de 2020, de acordo com o boletim Focus, pesquisa feita semanalmente com instituições financeiras e divulgada pelo Banco Central.

“O modelo antigo levou à corrupção na política e estagnação na economia”, afirmou Guedes. O ministro afirmou que diminuiria tributos no Brasil, contudo, isso só ocorrerá, antes de tudo, se as reformas estruturais avançarem.

“Quando implementamos reformas, o que acontece é isso: com o tempo juros vão descendo, impostos vão começar a cair também”, disse ainda.

Wagner Rosário, ministro da Controladoria-Geral da União, juntamente ao superintendente da Zona Franca de Manaus, Alfredo Menezes, também fizeram parte da live, os quais foram convidados por Jair Bolsonaro.

News Atual